Culto dia 01 de Novembro de 2015 – Pr. Mamassalio Camará – Guiné Bissau

Testemunho.

Comentário: Tivemos no último domingo a presença do Pr. Mamassalio e esposa Karen, que pastoreiam uma Igreja local em Guiné Bissau. Ela é brasileira, natural de Canoas-RS. Ele é de descendente do povo Fula e muçulmano. Conheceram-se quando ela trabalhou como missionária em sua aldeia. O testemunho de do Pr. Mamassalio é muito impactante, pois sofreu grande perseguição, especialmente da parte do seu pai e um dos seus tios, pois no islamismo, a conversão ao cristianismo é vista como uma grave desonra ao nome da família.  No seu caso ele testemunhou que somente não foi morto por intervenção de uma tia, irmã do seu pai, mas mesmo assim foi espancado e expulso de casa. Destacamos alguns aspectos importantes da palavra que trouxe à Igreja. 1º)Ser um testemunho: Ele não foi convencido por palavras, mas pelo testemunho. Morando na casa de um missionário, pediu para receber o Jesus que ele via nessa família. *Antes de dar um testemunho, o discípulo  precisa ser um testemunho; 2º)Deixar Jesus viver em nós: Um discípulo não vive mais para si mesmo. O apóstolo Paulo falou exatamente isso em Gl. 2:20: “Já não sou eu que vivo, mas Cristo que vive em mim”; 3º) Deixar Jesus fazer: Muitas vezes nós nos sobrecarregamos e ficamos aflitos por querer fazer as coisas. As obras de Deus é Deus quem realiza. Precisamos sair do controle e deixar Jesus agir; 4º)A necessidade de pagar o preço: Não podemos viver apenas como religiosos. Assim como no caso dele, quem é realmente tocado pelo Espírito Santo irá pagar o preço de ser discípulo. (Lc. 14:33); 5º)Entregar-se ao Reino: Jesus vai voltar em breve. Se queremos subir com Ele, precisamos colocar o Reino de Deus em primeiro lugar.

QUESTÕES PARA REFLEXÃO:

1º)Há muitas coisas que certamente impactaram a todos no testemunho do Pr. Mamassalio. Compartilhem livremente sobre isso.
2º)Conversem sobre as diferenças que há entre ser um religioso e ser um discípulo.
3º)Dentro da nossa cultura evangélica, o que nos foi passando como sendo mais importante no evangelismo: Falar do Evangelho ou viver o Evangelho?
4º)É possível ser um discípulo sem ter paixão por Jesus e pelo Reino?  Por quê?

EVANGELISMO E VISÃO:
O mundo possui inumeráveis distrações e a maioria delas não são más em si.  Há uma infinidade de coisas boas que poderíamos fazer sem culpa,  mas para o discípulo, essa não é a questão. A questão do discípulo é saber aquilo que o tornará mais cheio do Espírito Santo; é saber aquilo que fará com que Jesus seja mais visível nele – (João 3:30) *Há pessoas que, sabendo  exatamente quem somos e sabendo exatamente aquilo que cremos, anseiam por enxergar mais Jesus em nós.  Creia!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *