Culto dia 11 de Outubro de 2015 – Pr. Armando Castoldi

Pr. Armando Castoldi

Pr. Armando Castoldi

Vida verdadeiramente viva

Texto: Efésios 2.1-10
Comentário: O texto é muito claro no sentido de que não há vida verdadeira longe de Cristo. Se o homem não retornar ao propósito de Deus, está irremediavelmente perdido.  Na Parábola do Semeador (Mc. 4:1-9) das quatro sementes lançadas ao solo, somente uma frutificou. Assim, igualmente podemos perceber que há quatro tipos de pessoas no mundo: 1º)Os mortos-mortos: Aqueles que estão longe de Deus e optam por uma vida destrutiva (são um peso para si mesmos e para os outros); 2º)Os mortos-vivos: Aqueles que mesmo  à margem do plano de Deus,  optam por um estilo de vida construtiva. Fazem coisas boas, mas não possuem a vida de Deus, nem podem transmiti-la; 3º)Os vivos-mortos: Aqueles que aceitam o Evangelho, vão à Igreja, mas continuam vivendo somente para si mesmos. (Ao invés de ajudar a empurrar a roda, sentam sobre ela): 4º)Os vivos-vivos: Estes são o bom solo. Rendem-se completamente a Cristo e se deixam usar. (Realizam as obras de antemão preparadas para eles). Esse é o único estilo de vida que nos interessa, pois se Ele morreu por todos e isso nos inclui, não é justo, nem lógico que continuemos a viver apenas para nós mesmos. *Entenda que você é importante na vida de todas que o cercam: 1º)Os mortos-mortos, por que mesmo a pior pessoa aos nossos olhos, pode tornar-se nova criatura; 2º)os mortos-vivos, por que por melhores que pareçam ser, são igualmente pecadores carentes de salvação; 3º)os vivos-mortos, por que precisam ser despertados para o discipulado de Cristo; 4º)os vivos-vivos, por que afinal, por mais comprometidos que sejamos, precisamos uns dos outros para realizar a obra de Deus. (Ler 2 Co. 5.15-21).

QUESTÕES PARA REFLEXÃO:
1º)Algo o impactou de maneira especial nesta mensagem?
2º)O que você sonha apresentar a Jesus, como fruto da sua vida neste mundo?
3º)Comparando a Igreja com uma roda, qual é a importância das mutualidades, ou seja, dos tantos “uns aos outros” que o Novo Testamento fala?
4º)Um cristão que vive para si mesmo poderá ser realmente feliz? Por quê?
5º)Qual é sua maior motivação para seguir a Jesus?

EVANGELISMO E VISÃO:
Jesus disse que a seara é grande, mas os trabalhadores são poucos – (Lc. 10:2). Essa infelizmente é a realidade da Igreja diante do mundo. O trabalho é grande demais para poucos. A Igreja de Jesus é a Igreja dos discípulos. Todos, grandes e pequenos, velhos e moços devem dar sua contribuição. Juntos, com o esforço de todos, fixando  os olhos na colheita, o próprio trabalho pode se transformar em celebração. (Salmo 89.15-17)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *