Culto dia 27 de Setembro de 2015 – Pr. Armando Castoldi

Pr. Armando Castoldi

Pr. Armando Castoldi

Vivendo o Reino de Deus do modo de Deus.

Texto: Lucas 17.20-37
Comentário: Os fariseus, cuja palavra significa “separado, santo”,  surgiram no Século II a.C.  como uma resistência à cultura grega, que se expandia entre os judeus. Eram tão zelosos pelos aspectos externos da lei, que acabaram esqueceram do coração. É sobre a pergunta deles que Jesus responde, mas especialmente aos discípulos , como seria viver o Reino de Deus do modo de Deus: I – É preocupar-se antes de tudo com o próprio coração  (v.20-21) *Todos nós buscamos nos firmar em algo fora de nós. Pessoas e estruturas nos fascinam, porém mesmo o lugar mais impregnado da presença de Deus, não garante nossa salvação; II – É aprender a seguir a Cristo sem a Sua presença física: (v. 22-23, Lc. 5:33-39) Jesus já estava preparando os discípulos para a sua partida. Como seria bom ter a presença física de Jesus. Mas é assim que aprendemos a viver pela fé, a depender do Espírito Santo, a ter iniciativa; III – É aprender a discernir os sinais dos tempos: (26-30,Mt. 16:1-4) *Tudo está convergindo com as profecias da volta de Jesus. O mundo está maduro para juízo. Estamos viciados em tragédias, multidões se juntam para apoiar o mal. Abutres, sedentos de carniça. Este é o nosso tempo!; IV – É aprender a andar sem olhar para trás: (31-33, Lc. 9:62). *Se ninguém vive do passado, muito menos o discípulo de Jesus; V – É a viver como quem está pronto para partir: ( 34-36, Lc. 21.28). *O Dilúvio nunca tinha acontecido ainda, nem a destruição de Sodoma.  *O Cristão precisa estar sempre de mala prontas. Quem vive assim, vive do modo que agrada a Deus!

QUESTÕES PARA REFLEXÃO:
1º)Qual foi o ponto desta mensagem que mas falou ao seu coração?
2º)No nosso modo de viver Igreja, onde você sente que está o foco: Nas estruturas, formas e  padrões externos  ou no coração?
3º)Quais são os aspectos positivos de viver pela fé, sem a presença física de Jesus?
4º)O que realmente muda na nossa vida quando vivemos preparados para partir?
EVANGELISMO E VISÃO:
Assim como foi nos tempos de Noé e de Ló, é evidente que haverá um julgamento futuro. Deus nunca deixará o pecado impune. E, no dia que Jesus voltar, é evidente que haverá uma separação entre aqueles que possuem o Reino de Deus no coração e os que não o possuem. Enquanto ainda estivermos todos aqui, aos olhos de muitos, podemos parecer todos iguais, mas na hora do arrebatamento ou da morte, será como a diferença entre uma flor artificial e uma flor natural: Só uma delas possui a semente da vida.  Nós fomos gerados por semente incorruptível ( 1 Pe. 1.23), Assim, nossa primeira e grande responsabilidade é lançar essa mesma semente no coração das pessoas. É isso que fará a grande diferença.  Evangelizar é a primeira e grande missão da Igreja!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *